Sob risco de perder Diogo Barbosa, Botafogo tenta segurar Victor Luis

victor-luiz-botafogo-1024x683

O Botafogo sabe que corre um sério risco de perder Diogo Barbosa, na mira do Cruzeiro e com contrato de empréstimo só até dezembro. E por isso vai à carga para tentar segurar o Victor Luis, que iniciou sua trajetória no clube como reserva, mas se destacou e atualmente é o titular da lateral esquerda no time de Jair Ventura. Porém, a diretoria sabe que a tarefa não é fácil: afinal, o ala de 23 anos tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2017 e foi cedido só durante o Campeonato Brasileiro sem opção de compra. Entretanto, o Alvinegro se agarra a um trunfo: a vontade do jogador.

Victor Luis está adaptado ao Rio de Janeiro. Embora a família more em São Paulo, a curta ponte aérea permite visitas regularmente dos dois lados. O ambiente em General Severiano também conta a favor, o lateral fez vários amigos e se sente à vontade no clube. Ele não esconde de ninguém o desejo de continuar, e seu representante, junto com Antônio Lopes, gerente de futebol alvinegro, vão tentar negociar com o Palmeiras em futuras reuniões.

– Não tive conversa com ninguém de lá ainda. (…) O que eu falo para todos é que estou muito feliz aqui no Botafogo, fui muito bem recebido, mas existe a questão contratual, né? E isso a gente não está acima. Eu pretendo terminar o ano aqui, fazer um ano muito positivo para, se for da vontade dos clubes e de Deus, continuar, que seja. Ou, se for da vontade de voltar, que volte. Mas vou pensar nisso depois do campeonato e me entregar totalmente. Estou pensando nas partidas que restam, depois sentar e conversar – afirmou Victor durante entrevista coletiva.

Titular durante a maior parte de 2014 no Palmeiras, Victor Luis foi emprestado no ano seguinte ao Ceará, onde se destacou. Foi muito bem avaliado pela diretoria alviverde e retornou mais maduro ao clube que o formou. Porém, a disputa de posição com Zé Roberto e Egídio o deixou sem espaço no elenco. Apesar de um novo empréstimo, agora ao Botafogo, o lateral segue bem avaliado internamente em São Paulo e é possível que volte a ser aproveitado em 2017, já que o veterano Zé Roberto, de 42 anos, tem contrato até dezembro e não descarta se aposentar.

Fonte: Globo Esporte

Comente com seu Facebook