Câmara quer criar 4 cargos e aumentar salários em 6,28% em Cachoeiro

Alegando ter quadro de servidores restrito, desde a aprovação de projeto de reestruturação no final de 2016, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim elaborou matéria para criar quatro vagas na Casa.

“São funções que ficaram descobertas, e estão sendo executadas por servidores sem a qualificação específica”, disse o presidente da Câmara, vereador Alexandre Bastos (PSB).

Os projetos preveem mais uma vaga de gerente de Limpeza e Manutenção (com salário de R$ 1.341) e uma de assessor técnico (R$ 1.788). Além disso, há a criação do cargo de secretário da Presidência (R$ 1.541), com duas vagas.

Reajuste

Também foi protocolado outro projeto que propõe o reajuste de sete cargos comissionados que estão há quatro anos sem reposição. Segundo o projeto, os cargos de assessor técnico, assessor de corregedoria/ouvidoria e gerente de limpeza e manutenção terão a reposição de 6,28% do IPCA/2016.

Já os cargos de chefia terão um reajuste um pouco maior. Estas remunerações, que eram equivalentes às dos secretários municipais, sofreram cortes expressivos em 2012, quando foi aprovado o aumento do número de vereadores de 13 para 19 e uma nova estrutura de pessoal para a Câmara.

De acordo com a Câmara, “hoje, embora envolvam atribuições de grande responsabilidade legal e contábil, equivalem a menos da metade do salário dos secretários.Os projetos da Mesa foram apresentados esta semana e ainda não há data prevista para a votação.

Cargo Vagas atuais Proposta Salário atual Proposta
Assessor Técnico 1 2 1.682,01 1.788,00
Assessor Corregedoria/Ouvidoria 1 1 1.450,00 1.541,00
Contador 1 1 5.065,20 5.824,00
Chefe de Gabinete 1 1 3.348,25 4.187,00
Diretor-Geral 1 1 3.348,25 4.187,00
Procurador Legislativo Geral 1 1 3.348,25 4.187,00
Gerente de Limpeza e Manutenção 1 2 1.261,51 1.341,00
Secretário da Presidência 0 2 1.541,00

 

Fato online

 

Comente com seu Facebook